Com informações do Blog do Max Silva

Os desdobramentos da intervenção no PSD, que culminou com a retirada do comando partidário do ex-prefeito Romero Rodrigues (PSC), devem ter reflexos no Semanário Oficial de Campina Grande.

Hoje pela manhã, ao participar da filiação de Rodrigues no PSC, o prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) saiu em defesa do ex-gestor. “Precisamos reconhecer que houve um ato de hostilidade, sobretudo a Romero”, disse.

Mais à frente, Bruno foi questionado sobre a permanência de auxiliares ligados à família Ribeiro na gestão municipal. Ele considerou que a confiança na relação foi quebrada e adiantou que deve fazer modificações na gestão.